Mulher de Ferrugem cria filha mais velha do cantor, que perdeu mãe aos 3 anos: 'Aprendi a ser mãe antes de gerar uma vida'

·2 minuto de leitura

Mulher do cantor Ferrugem, Thaís Vasconcellos cria Júlia, filha mais velha do pagodeiro, como se fosse sua. E ela é. Logo no primeiro mês de namoro com o artista, a influenciadora digital se tornou uma figura materna para a menina, que perdeu a mãe biológica, Juliana Barbosa, aos 3 anos.

— A Júlia me chamou de mãe pela primeira vez quando eu estava com Ferrugem há apenas um mês. Numa noite, em 2016, fiquei em casa cuidando dela enquanto ele estava fazendo um show fora, até que ela me pediu para mandar uma mensagem para o pai e disse: “Tô aqui com a mãe”. Eu gelei na hora, sem saber se falava algo sobre não ser a mãe biológica dela. Foi muito natural. Depois desse dia, Júlia nunca mais me chamou de tia, apenas de mãe. E eu aprendi a ser mãe antes de gerar uma vida. Para mim, a maternidade começou muito antes da Sofia. Quando levei a Júlia para conhecer meus pais pela primeira vez, a apresentei como minha filha. Sempre ouvi gente dizendo que isso é forçado, que eu quero tirar o lugar da mãe biológica dela... Mas não é assim. Todo mês peço para rezarem uma missa pela Juliana, falo com a Júlia para ela pedir para a mamãe dela encontrar a luz. Nós sempre conversamos sobre isso — conta a influenciadora digital.

Para Ferrugem, Thaís, com quem o cantor teve mais duas filhas, mudou sua vida e a da primogênita, de 10 anos, completamente:

— Júlia é filha da Thaís, e Thaís é a mãe da Júlia. Minha filha entende que teve uma outra mãe também e, para ela, está tudo certo. Não é algo que gera questionamento aqui dentro de casa. Nunca gerou. São mãe e filha, sim. Quem vê de fora não entende essa conexão divina entre elas. Foi Deus quem mandou a Thaís para mim, mas, antes de ela ser o meu grande amor, Ele a enviou para ser a mãe que a Júlia deixou de ter. Acho que esse foi o principal propósito da Thaís nas nossas vida. A Júlia precisava de uma (mãe) porque ficou puxado para mim na época. Quando a Thaís surgiu, tudo mudou. Ela preenche esse vazio deixado em todos nós pela Juliana — afirma o músico, ainda muito próximo da família da ex-mulher, que morreu por complicações de procedimentos estéticos malsucedidos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos