Mulher fica com rosto desfigurado e relata agressão de policial em abordagem em SP

Redação Notícias
·2 minuto de leitura
Liliane diz ter sido agredida por policial em abordagem - Foto: Arquivo Pessoal
Liliane diz ter sido agredida por policial em abordagem - Foto: Arquivo Pessoal
  • Mulher ficou com rosto desfigurado e acusa policial de tê-la agredido

  • Agentes, porém, afirmam que ela estava dirigindo alcoolizada e tentou atacar um deles

  • A Polícia Militar informou que instaurou inquérito para investigar o caso

Uma mulher acusa um policial de tê-la agredido em abordagem ocorrida em Bauru, no interior de São Paulo. Liliane Borges Monteiro, de 49 anos, ficou com o rosto desfigurado após o episódio, segundo informações do G1.

Liliane relatou que estava com o carro estacionado no bairro Fortunato Rocha Lima quando um policial se aproximou e pediu que ela abrisse a porta. “Quando abri, ele já deu um murro no meu olho e me puxou pelo shorts. Acabei batendo o nariz na porta do carro. Ele me puxava pelo fundo do meu shorts, pela minha blusa, tanto que minha blusa rasgou", disse.

Leia também

A mulher afirmou, ainda, que foi arrastada pelo cabelo quando tentou sair do veículo. Ao tentar se livrar, teria sido atirada com o rosto para o chão pelo policial, que subiu com o joelho em seu pescoço.

O resultado foi um rosto desfigurado. Liliane precisou receber pontos no nariz e passou por tomografia.

Boletim cita “embriaguez”

A versão da polícia é bem diferente da de Liliane. Um Boletim de Ocorrência foi registrado por desacato, embriaguez ao volante e lesão corporal decorrente de oposição à intervenção policial depois da ação, que aconteceu no início de fevereiro.

Liliane ficou bastante machucada - Foto: Arquivo Pessoal
Liliane ficou bastante machucada - Foto: Arquivo Pessoal

Segundo os agentes responsáveis pela abordagem, eles faziam o patrulhamento pelo bairro quando viram um carro com faróis apagados e limpador traseiro ligado, mesmo sem chuva. Ao se aproximarem do veículo, teriam sentido um forte odor alcoólico.

Eles afirmaram, ainda, que pediram para Liliane fazer o teste do bafômetro e que ela recusou. A mulher teria se irritado com a apreensão do veículo e investido contra um dos policiais, que teria a derrubado para contê-la.

Polícia abre inquérito

A motorista garante que em nenhum momento foi solicitado que ela realizasse o teste do bafômetro e que só ofendeu o agente após ser xingada antes. A Polícia Militar informou que abriu inquérito para investigar o ocorrido.