Berlusconi adota 5 cordeiros e pede que italianos não os comam na Páscoa

Roma, 9 abr (EFE).- O ex-primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, adotou cinco cordeiros e pediu às pessoas que não os cozinhem nem os comam nas festas de Páscoa, em um vídeo divulgado neste domingo pelos meios de comunicação locais.

Trata-se de uma iniciativa idealizada por Michela Vittoria Brambilla, deputada do partido Forza Itália - liderado por Berlusconi - e também presidenta da Liga Italiana pela Defesa dos Animais e do Meio ambiente.

No vídeo, que dura pouco mais de um minuto, o empresário e ex-premiê aparece acariciando os pequenos cordeiros, dando-lhes leite, abraços e também vários beijos.

O político aparece com sua esposa, Francesca Pascale, e a própria Brambilla, que lança aos espectadores uma mensagem: "Salvem a vida dos cordeiros e dos cabritinhos, em particular nestes dias de Páscoa, como fez o ex-premiê Berlusconi".

Dois dos cordeiros já saltam há dias no gramado da vila de Berlusconi na cidade de Árcore, enquanto outros dois o farão em breve, segundo a imprensa italiana.

O quinto deles tem apenas dez dias e foi batizado como "Floco de Neve". EFE