Mulher internada com Covid-19 recebe alta e encontra marido morto pelo coronavírus

·2 minuto de leitura
Casal optou por não se vacinar - Foto: Arquivo Pessoal
Casal optou por não se vacinar - Foto: Arquivo Pessoal
  • Lisa Steadman ficou cerca de uma semana internada com Covid-19, antes de ter alta

  • Ao voltar para casa, encontrou o marido, Ron, morto por complicações do vírus

  • O casal não se vacinou, mas Lisa já avisou que agora quer receber a imunização

Uma mulher foi do alívio ao desespero nos Estados Unidos, ao encontrar o marido morto em casa, vítima de complicações da Covid-19, momentos após ela própria receber alta hospitalar, depois de ficar internada com coronavírus.

O caso aconteceu na cidade de Winter Haven, na Flórida, e foi repercutido pela imprensa local. Lisa Steadman contou que ela e o marido, Ron, foram diagnosticados com Covid-19 no início de agosto. Enquanto ela apresentou sintomas mais graves e precisou ser hospitalizada, ele parecia bem e permaneceu em casa.

Leia também:

“Eu fiquei no hospital por oito dias. Falei com ele todos os dias”, declarou à rede de televisão ABC. “Achei que fosse morrer. Não conseguia respirar e nem parar de vomitar”, contou à Fox 13.

A luta pela vida deu resultado e, após uma semana, Lisa evoluiu positivamente. A mulher de 58 anos contou que conversou com Ron no domingo e o marido alertou-a de que seu telefone celular não estava carregando.

Ron e Lisa foram contaminados pela Covid-19 - Foto: Reprodução
Ron e Lisa foram contaminados pela Covid-19 - Foto: Reprodução

Na segunda-feira, ela não conseguiu contato e pediu que a polícia local checasse o estado do homem. “Eles foram lá, conversaram com ele. Estava passeando com nossos cachorros. Me disseram: ‘Ele está com um resfriado’. Mas estava tudo bem, o Ron não estava nem perto de morrer ou nada assim.”

Mas entre segunda e quarta-feira, quando Lisa recebeu alta, o estado de Ron piorou e o homem não resistiu. Ao chegar em casa, a mulher encontrou o marido morto na própria cama, cercado pelos cachorros.

"Foi como entrar em um filme de terror. Eu gostaria de nunca tê-lo visto assim, porque não consigo tirar aquela imagem da minha cabeça", relatou.

Casal não tomou vacina

Lisa contou que Ron era bastante cuidadoso com os métodos de prevenção da Covid-19, frequentemente utilizava máscara e higienizava as mãos com álcool. O casal, porém, não se vacinou.

A mulher afirmou que ela e o marido nunca foram negacionistas, mas que preferiram “esperar”. Agora, porém, Lisa teve a opinião alterada. “Já avisei que quando eu melhorar – porque eu não posso ser imunizada até o fim de setembro –, vou tomar a vacina”, afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos