“Era eu ou ele”, diz mulher que matou hóspede em hotel em SP

Imagens de circuito de segurança mostram homem tentando agredir recepcionista - Foto: Reprodução/TV Record

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Recepcionista usou faca para matar homem que tentava atacá-la

  • Legítima defesa deve ser descarta após polícia constatar facada nas costas

Uma recepcionista de um hotel em Osasco, na Grande São Paulo, matou um homem após ele tentar invadir o estabelecimento e perseguir a mulher na sequência. As informações são da TV Record.

SIGA O YAHOO NOTÍCIAS NO INSTAGRAM

"Não pensei duas vezes, era eu ou ele", relata a recepcionista em entrevista à emissora. Ela ainda conta como a situação tem impactado em sua vida. "Nunca imaginei passar por essa situação ainda mais dentro do meu trabalho. Agora tenho medo de sair de casa".

Leia também

José Israel Clemente de Jesus tentou invadir o local de atendimento aos clientes. Antes de agir, a mulher tentou pedir socorro, aos gritos e por telefone. O homem chegou a pegar um extintor para arrombar a porta.

De acordo com a própria recepcionista, ela pegou uma faca para se defender pois sabia que ele estava alterado e queria matá-la. A mulher conta que tentou entrar em quartos de outros hóspedes, mas nenhum cliente abriu a porta. "Não queria fazer isso, só queria me defender", disse ao justificar sua ação.

A mulher irá responder pelo crime de homicídio simples, mesmo sem possuir antecedentes criminais. A informação é de que a polícia teria alegado que, como a facada foi dada nas costas do suspeito, a possibilidade e "legítima defesa" seria nula.