Mulher morre ao sofrer tentativa de assalto na Zona Norte do Rio

·2 min de leitura

A Polícia Civil investiga o assassinato de Selma de Souza Avelino Moraes, de 51 anos. Ela foi morta, na noite desta quinta-feira, após sofrer uma tentativa de assalto na Avenida Monsenhor Félix, em Irajá, na Zona Norte do Rio. Informações preliminares, recebidas pela Polícia Militar, dão conta de que um grupo de criminosos teria tentado roubar o carro que Selma dirigia, e que era ocupado ainda por uma outra mulher. Na ocasião, os bandidos fizeram disparos e pelo menos três tiros acertaram o veículo.

Selma, que segundo o portal de notícias G1 faria aniversário nesta sexta-feira, ainda foi levada com vida para a Unidade de Pronto Atendimento de Irajá, mas não resistiu aos ferimentos.

O crime teria acontecido quando Selma voltava para casa. O carro de Selma, que teria sido adquirido há alguns meses, tem valor estimado em torno de R$ 80 mil. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital. Procurada, a Polícia Militar lamentou a morte e dissque que o comando da corporação determinou o reforço imediato do policiamento na região. Confira a íntegra da nota da PM.
"A Secretaria de Estado de Polícia Militar lamenta profundamente a morte de uma vítima após um latrocínio, ocorrido na noite de quinta-feira (18/11), na Av. Monsenhor Félix, no bairro de Irajá, Zona Norte da Cidade do Rio.
Informações preliminares dão conta de que um grupo de criminosos em um carro tentou roubar um outro automóvel com duas mulheres, atirando covardemente contra uma das ocupantes e fugindo. A vítima foi socorrida à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Irajá, porém não resistiu.

O comando da corporação determinou o reforço imediato do policiamento na região e o início de ações de varredura em busca dos marginais autores da ação. A Delegacia de Homicídios da Capital foi acionada para investigar o caso".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos