Mulher morre após ser baleada durante assalto dentro de trem no Rio; Polícia prende dois suspeitos

Marjoriê Cristine
·1 minuto de leitura

RIO — Uma mulher morreu após ser baleada durante um assalto dentro do um vagão de trem, na manhã deste domingo, dia 4, no Rio de Janeiro. Segundo a Supervia, por volta das 7h, a passageira foi atingida quando a composição, que seguia de Japeri para Central do Brasil (ramal de Japeri) passava pela Estação Sampaio, na Zona Norte. A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e foi levada para o Hospital municipal Salgado Filho, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Um outro passageiro, que estava no mesmo trem, informou que estava com um pequeno ferimento na cabeça quando chegou na Central do Brasil. No entanto, a vítima dispensou atendimento médico e deixou a estação. A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) instaurou inquérito para apurar a morte da mulher atingida em uma troca de tiros no interior de um trem. De acordo com a Polícia Civil, dois criminosos foram presos e dois fugiram. A investigação está em andamento.

Em nota, a SuperVia lamentou "profundamente o ocorrido e que a violência observada em todo o estado atinja também o sistema ferroviário, colocando em risco os seus milhares de clientes e os seus colaboradores".

"De acordo com o contrato de concessão, a segurança pública nos trens e estações é uma atribuição do Governo do Estado, que atua por meio de suas unidades policiais. Os agentes da SuperVia não têm poder de polícia e são orientados a acionar os órgãos competentes sempre que necessário. A empresa se coloca à disposição para contribuir com o que for possível durante as investigações", diz o comunicado.