Mulher morre após anestesia para sessão de hidrolipo, no RJ

·1 min de leitura
A vítima, Maria Jandimar Rodrigues, de 39 anos. Foto: Reprodução
A vítima, Maria Jandimar Rodrigues, de 39 anos. Foto: Reprodução
  • Vítima faleceu na última sexta-feira

  • Viúvo e filha vão prestar depoimento

  • Era a segunda sessão do procedimento estético

Nesta segunda-feira (20), a Polícia Civil do Rio de Janeiro fará uma perícia na clínica, onde uma mulher de 39 anos realizou um procedimento estético e logo depois foi encontrada morta no estacionamento, na última sexta-feira (17).

O consultório do médico Brad Alberto Castrillon SanMiguel fica no Carioca Office, um prédio de escritórios em Vicente de Carvalho, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

A vítima Maria Jandimar Rodrigues era moradora de Madureira e faria uma sessão hidrolipo, que não foi iniciada e ela faleceu "minutos após a anestesia". Após o ocorrido, segundo testemunhas, o médico teria tentado fugir em um táxi.

A investigação agora irá analisar as causas da morte. Por hora, se está verificando se ela faleceu de mal súbito ou se o caso será investigado pela 27ª DP (Vicente de Carvalho) como homicídio.

O viúvo de Maria, o motorista Wagner Vinicius Morais de Carvalho, de 33 anos, irá prestar depoimento nesta segunda. Ele informou que a sessão de sexta era a segunda de três etapas do procedimento que sua esposa estava fazendo.

A cirurgia custou R$ 4 mil para Maria, que era empregada doméstica. Além do viúvo, a filha da vítima, Brenda Rodrigues, de 21 anos, também vai prestar depoimento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos