Mulher de 23 anos é medicada em PS, fica com manchas roxas e morre em SP

Família suspeita de negligência médica e registra boletim de ocorrência. (Foto: Reprodução/Facebook)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Oberleide Rosário de Jesus, de 23 anos, morreu em Praia Grande

  • Família suspeita de negligência médica e registra boletim de ocorrência

Uma mulher de 23 anos morreu no pronto-socorro Quietude na última quarta-feira (31) depois de tomar medicamentos o local e ficar com manchas roxas pelo corpo, em Praia Grande, no litoral sul de São Paulo.

SIGA O YAHOO NOTÍCIAS NO INSTAGRAM

De acordo com familiares, Oberleide Rosário de Jesus procurou o PS na última terça (30) com febre e dor de cabeça. Medicada com dipirona, ela chegou a voltar para casa, mas teve febre e teve de ser levada novamente pelo marido e pelo cunhado ao pronto-socorro às 5h de quarta.

Leia também

Segundo a família, que suspeita de negligência médica, lá teriam dado mais medicamentos para ela, e logo após, começou a apresentar essas manchas roxas pelo corpo todo, sentindo uma espécie de queimação.

Familiares registaram um boletim de ocorrência contra o hospital para que o caso seja investigado.

A jovem morava em Praia Grande havia cinco meses por conta do casamento. Ela era natural de Fátima, na Bahia, e procurava um emprego no litoral paulista.

O corpo da jovem foi levado para sepultamento na Bahia graças a uma vaquinha feita pela família.

Pela assessoria, a Sesap (Secretaria de Saúde Pública) de Praia Grande informou que o "atendimento realizado a paciente no PS Quietude atendeu todas as diretrizes dos órgãos reguladores da área da saúde" e que a causa da morte foi investigada pelo Serviço de Verificação de Óbito (SVO). O resultado, porém, ainda não foi divulgado.