Mulher negra estampa moeda nos EUA pela primeira vez

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Maya Angelou
    Maya Angelou
    Escritora norte-americana
Moeda americana terá uma mulher negra estampada pela primeira vez
Moeda americana terá uma mulher negra estampada pela primeira vez (AFP / The Department of Treasury / Handout)
  • Mulher negra estampa moeda nos EUA pela primeira vez na história 

  • Maya Angelou será talhada na moeda de 25 centavos

  • Ela é a primeira de uma série de mulheres influentes que serão homenageadas

Pela primeira vez na história, uma mulher negra estampará uma moeda norte-americana. Maya Angelou, poeta e ativista afro-americana, será talhada na moeda de 25 centavos, conhecida como “quarter”, a que mais circula no país.

A Casa da Moeda já cunhou os primeiros exemplares, segundo informou a AFP. A iniciativa partiu da congressista democrata Barbara Lee, que elaborou o projeto em 2020.

Leia também:

A “quarter” só teve duas representações desde 1932: a série que homenageava cada estado, na década de 2000, e a série de parques nacionais, entre 2010 e 2021. Agora, a ideia é criar a série “Mulheres Americanas Proeminentes”, que contará com as imagens de Sally Ride, astronauta e física; Wilma Mankiller, primeira nativa americana líder da Nação Cherokee; Nina Otero-Warren, política e ativista latina; e Anna May Wong, atriz aclamada como a primeira estrela de ascendência asiática.

Maya Angelou é um pseudônimo de Marguerite Ann Johnson. Aos 15 anos, ela se tornou a primeira mulher negra a dirigir um ônibus em São Francisco e, tempos depois, a ser roteirista e diretora em Hollywood.

Nos anos 1950, Angelou se definiu como atriz, cantora e dançarina em várias montagens teatrais. Ela também foi amiga de Martin Luther King Jr. e Malcolm X.

Com informações do Brasil Econômico

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos