Grécia elege pela primeira vez uma mulher como presidente

ANSA
A nova chefe do Executivo grego é filha de um ministro da Suprema Corte do país, e ela fez pós-graduação em Sorbonne, em Paris.

O Parlamento da Grécia elegeu nesta quarta-feira (22) a magistrada Ekaterini Sakellaropoulou para ser a primeira mulher a assumir a presidência da República. Atualmente, ela é presidente do Conselho de Estado, onde também foi a primeira mulher a ocupar o cargo.

A nova chefe do Executivo grego é filha de um ministro da Suprema Corte do país, e ela fez pós-graduação em Sorbonne, em Paris. A conservadora tem 63 anos e é especialista em direito ambiental. 

Durante a sessão, ela recebeu 261 votos de um total de 300 deputados, incluindo de representantes da esquerda e do Syriza, legenda que ficou no poder até julho de 2019.

“Chegou a hora da Grécia se abrir para o futuro”, afirmou o primeiro-ministro grego, Kyruakos Mitsotakis, no início do mês, quando apresentou o nome da juíza para a votação no Parlamento. Sakellaropoulou assumirá o gabinete no próximo dia 13 de março.

Sakellaropoulou recebeu o apoio do partido conservador Nova Democracia, atualmente no poder, e dos opositores da esquerda radical do Syriza, sigla do ex-primeiro-ministro Alexis Tsipras, que perdeu as eleições legislativas em 2019.

Na Grécia, o cargo de presidente é mais protocolar e quem de fato lidera o governo é o premier. A nova chefe de Estado também será a comandante-chefe das Forças Armadas.

LEIA MAIS:

Continue a ler no HuffPost