Mulher quase morre após ser envenenada por tintura para cabelo

Uma mulher ficou a apenas uma hora da morte após ter sido envenenada por uma tintura para cabelo.

Gemma Williams sofreu uma reação grave quando tentou tingir seu cabelo de preto. A jovem de 24 anos teve um caso de septicemia e ouviu dos médicos que poderia ter morrido por causa do veneno presente em seu sangue.

Agora, a maquiadora jurou que nunca mais irá tingir o cabelo, e está divulgando os perigos do produto.

Gemma, que tem os cabelos naturalmente castanhos, usou a tinta preta em janeiro, mas sofreu uma reação grave nas 24 horas seguintes à aplicação. Sua pele ficou queimada e com bolhas, ela teve queimaduras nas orelhas, e era quase impossível abrir seus olhos, que ficaram praticamente “colados”.

Descrevendo-se como “a mulher bolha”, ela disse: “Eu tive inchaço nas orelhas e pus saindo das queimaduras na minha pele. Meus olhos pareciam ter sido fechados com cola”.

Queimaduras – Gemma teve uma séria reação à tintura (Imagens: SWNS)

Gemma, de Droylsden, na área metropolitana de Manchester, na Inglaterra, foi ao hospital e recebeu esteroides e antibióticos para tratar a inflamação e as alergias. No entanto, uma semana depois ela continuava se sentindo mal e voltou ao hospital, onde descobriu que a tintura havia entrado em sua corrente sanguínea e estava envenenando seu corpo.

Ela ouviu dos médicos que, se não tivesse voltado ao hospital, teria morrido devido à presença do veneno em seu organismo.

Gemma, que passou duas semanas internada, jurou que nunca mais vai tingir o cabelo, e está tentando alertar a todos a respeito da importância de fazer um teste de contato numa área pequena, antes de aplicar a tintura em todo o cabelo.

“Todo mundo aplica a tintura na cabeça sem ler as instruções do produto, mas o que pode acontecer é assustador”.

Envenenada – a tintura entrou na corrente sanguínea de Gemma e estava envenenando seu organismo

Ela acrescentou: “É assustador porque quando você aplica a tintura, não sabe que ela vai entrar no seu corpo e que pode até matá-lo, como quase aconteceu comigo”.

“Eu recomendo fazer sempre o teste de contato – ele pode salvar a sua vida”.

Ellen Manning
Yahoo News UK