Mulher que teve casa invadida por policiais e foi algemada nua receberá R$ 17 milhões

·1 min de leitura
Imagens da câmera presa ao corpo de uma policial. Foto: Reprodução/NBC
Imagens da câmera presa ao corpo de uma policial. Foto: Reprodução/NBC

Uma mulher que teve a casa invadida por policiais e foi deixada algemada nua em meio a agentes será indenizada em US$ 2,9 milhões (cerca de R$ 16,5 milhões) após aprovação de acordo com a cidade de Chicago. Os policiais cumpriam um mandado de prisão preventiva baseado em informações incorretas.

O momento da invasão foi gravado em vídeo por câmeras acopladas aos uniformes dos agentes. Anjanette Young ficou nua e algemada, enquanto dizia diversas vezes aos policiais que eles estavam na casa errada, enquanto eles revistavam o local.

A decisão sobre a indenização do comitê de finanças do conselho municipal veio na segunda-feira (13). O valor de US$ 2,9 milhões foi decidido por unanimidade, que foi aprovado pelos vereadores na quarta-feira (15).

Lori Lightfoot, prefeita de Chicago, pediu desculpas pessoalmente à vítima. A polícia também anunciou que foram feitas mudanças no protocolo de batidas na cidade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos