Mulher 'se casa' com homem preso por assassinato e faz tatuagem com seu nome no rosto

A história de Naomi Wise, de 27 anos, e Victor Oquendo, de 31, poderia ser um conto de fadas. Isso, claro, se o americano não tivesse sido preso por ter matado dois homens de gangues rivais, cumprindo no mínimo 21 anos de reclusão. Para provar seu amor mesmo em meio a uma adversidade, a britânica, que esteve pessoalmente com o namorado apenas uma vez, tatuou seu nome no rosto.

Os dois se apaixonaram por meio de cartas e bate-papos online ao longo dos últimos dois anos de prisão. Apesar de não estarem legalmente casados, ambos se chamam de marido e mulher depois de terem se conhecido pessoalmente em julho.

Ela postou recentemente um vídeo com “Victor” tatuado em seu rosto e seu sobrenome em sua clavícula – e disse: “Acho que isso significa para sempre, então”.

Naomi, de Manchester, também iniciou uma petição para libertar Victor da Carson City Correctional Facility, em Michigan.

Em sua primeira visita ao namorado na prisão, Naomi foi presenteada com um anel de noivado. “Passei pela segurança, entrei na sala de visitas e pude ver a parte de trás da cabeça dele. E eu fiquei tipo, meu Deus, ele é real mesmo. Meu corpo inteiro tremia."

“Ele sente muito pelos crimes que cometeu e passa a maior parte do tempo se torturando pelo que fez", concluiu a britânica.