Mulher torturada por 3 dias relata ameaças até no hospital: “Um dia tu sai”

A vítima seguiu sendo ameaçada pelo ex-namorado mesmo dentro do hospital onde foi internada após ser brutalmente agredida e torturada por ele. (Foto: Reprodução)
A vítima seguiu sendo ameaçada pelo ex-namorado mesmo dentro do hospital onde foi internada após ser brutalmente agredida e torturada por ele. (Foto: Reprodução)

Agredida e torturada por três dias com cassetete e soco-inglês pelo ex-namorado, a jornalista Luka Dias denunciou ter recebido ameaças do ex-companheiro mesmo dentro do hospital onde esteve internada, no Rio de Janeiro.

Luka disse, em entrevista ao portal UOL, que o então namorado via aplicativo de mensagens fez ameaças quando ela ainda estava no CTI (Centro de Tratamento e Terapia Intensiva), e chegou a tentar ficar na unidade de saúde como seu acompanhante.

"Tu merece. Um dia tu sai. Hospital não é eterno", escreveu Fred Henrique Lima Moreira para a vítima após negar que ele ficasse a seu lado na unidade hospitalar. "Quando eu neguei, ele começou a ficar agressivo e a me ameaçar".

A jornalista ficou por cinco dias internada no CTI com risco de hemorragia cerebral em decorrência da série de pancadas que levou na cabeça. Além disso, ela teve o maxilar quebrado ao meio e passou por cirurgia reparadora.

"Meu maxilar foi refeito com titânio", contou à reportagem. A jornalista está com vários hematomas pelo corpo.

Fred foi preso na quarta-feira (4) pela Polícia Civil e não ofereceu resistência. Contra ele, foi cumprido um mandado de prisão temporária por tentativa de feminicídio, estupro, cárcere privado e tortura. O Tribunal de Justiça do Rio manteve a prisão do agressor em audiência de custódia que ocorreu na tarde desta quinta-feira (5).

A Polícia Civil do Rio descreveu Fred como "um homem altamente perigoso tendo uma extensa relação de anotações criminais". Ele já tinha registros na polícia referentes a violência doméstica, tráfico de drogas, associação ao tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, ameaça, resistência, dentre outras.

Luka e Fred estavam juntos há oito meses. Ela descreveu o ex como uma pessoa manipuladora.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos