Mulher trans consegue ir para o mesmo presídio que namorado após furtar ‘por amor’

·1 min de leitura
Presídio Estadual de Dourados (Foto: Agepen)
Presídio Estadual de Dourados (Foto: Agepen)
  • Suspeita cometeu furtos e quebrou um sanitário de um banheiro público

  • Mulher foi para o Presídio Estadual de Dourados, onde está o namorado

  • Ela pediu ao delegado para não ser solta e ameaçou matar para ficar presa

Uma mulher trans, de 39 anos, que cometeu crimes para voltar à prisão e ficar junto com o namorado, conseguiu transferência para o mesmo presídio do companheiro.

Na semana passada, ela foi presa duas vezes em menos de 24 horas por furto e dano ao patrimônio público no município de Dourados, em Mato Grosso do Sul.

"Importante destacar que a destinação da vaga ocorre de acordo com a origem da ordem de prisão, conforme as normativas estabelecidas pelo juiz corregedor da Unidade Penal e em conformidade com Lei de Execução Penal", informou a Agência Estadual de Administração Penitenciária (Agepen).

“Pelo amor de Deus”

Ao ser presa, a mulher implorou ao delegado para que não fosse solta e sim transferida para o Presídio Estadual de Dourados, onde está o namorado.

“Me prende pelo amor de Deus, sem ele nada faz sentido. Se eu for solta, vou matar alguém para ser presa e poder falar com um juiz", ameaçou em depoimento.

Furtos

A suspeita teria feito dois furtos e quebrado um sanitário do banheiro que fica na praça Antônio João, a principal do município.

De acordo com a polícia, após a série de crimes ele 'ficou esperando' para ser preso, sendo levado pela Guarda Municipal à Delegacia de Polícia Civil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos