Mulher vai parar em hospital após procedimento no cabelo no Rio

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Uma mulher de 59 anos foi parar no hospital após ter uma reação alérgica a um procedimento feito no cabelo no Rio de Janeiro. O caso foi registrado na sexta-feira (16), após Alba Valéria Campos de Oliveira fazer relaxamento e pintura nos fios.

A mulher, que trabalha como cuidadora de idosos e tem costume de fazer o procedimento, disse que saiu do salão se sentindo bem, mas acordou com muita ardência e com o rosto inchado no dia seguinte.

"Começou a aparecer bolinhas, senti muita coceira, fui ao [hospital] Salgado Filho, fui socorrida, mas isso queima, queima muito", contou a mulher à TV Globo.

Após passar por uma consulta médica, Alba foi diagnosticada com um eczema de contato, uma espécie de relação inflamatória, com infecção secundária.

Ela foi medicada, voltou para casa e registrou um boletim de ocorrência sobre o caso.

A mulher contou que não fez testes com o produto antes da aplicação e disse que o salão, Instituto Beleza Natural do Cachambi, a procurou na segunda-feira (19), oferecendo uma consulta com um dermatologista particular, que receitou o mesmo medicamento indicado no hospital público.

Em nota enviada à reportagem, o Instituto Beleza Natural afirmou que acompanha o caso de perto, arcando com todos os custos do tratamento da mulher.

A Polícia Civil afirmou que o caso é investigado pela 24ª DP de Piedade e disse que os agentes aguardam relatório médico para esclarecer os fatos.