Mulher vende filhos para pagar dívidas e comprar celular novo

Mulher e ex-companheiro foram presos após polícia receber denúncia sobre venda de bebês - Foto: Reprodução

Resumo da notícia

  • Polícia encontrou os irmãos, que foram entregues aos avós

  • Pai das crianças se recusou a ajudar na criação e apareceu depois de descobrir que elas tinham sido vendidas, para pedir parte do dinheiro

Após uma denúncia feita em julho, a polícia da província de Zhejiang, na China, prendeu o pai e a mãe de dois gêmeos que foram vendidos por 12.600 dólares (pouco mais de R$ 51 mil). Foi a mãe quem os vendeu para duas famílias diferentes quando tinham apenas duas semanas de idade, em setembro de 2018. Com o dinheiro, ela pagou dívidas de cartão de crédito e comprou um novo celular.

À polícia, a mulher identificada como Ma disse que decidiu vendê-los após o pai, identificado como Wu, se recusar a ajudar na criação dos meninos. Ela conta que ele só a procurou depois de descobrir que os filhos foram vendidos, e pediu parte do dinheiro para pagar as próprias dívidas.

Leia também

Ma relata que também não recebeu apoio dos pais, que reprovaram a gravidez por ter acontecido antes do casamento. Os bebês foram retirados das famílias que os compraram e se encontram sob a guarda dos avós.

Os pais das crianças podem ser condenados a até 10 anos de prisão.