Mulheres afegãs e o trabalho no novo regime talibã

Desde a tomada de Cabul pelo Talibã as mulheres que trabalham nas áreas de Saúde e Comunicação vivem realidades distintas. Médicas e enfermeiras relatam trabalhar normalmente, enquanto a ONG Repórteres Sem Fronteiras aponta para uma redução drástica no número de jornalistas na ativa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos