Mulheres afegãs são impedidas de viajar desacompanhadas no novo regime Talibã

·2 min de leitura

O regime Talibã anunciou neste domingo (26) que as mulheres que desejam viajar longas distâncias devem estar acompanhadas por um homem de sua família imediata, um novo sinal do endurecimento do regime, apesar de suas promessas iniciais.

A recomendação, divulgada pelo ministério da Promoção da Virtude e Prevenção do Vício e que circula nas redes sociais, também pede aos motoristas que aceitem mulheres em seus veículos apenas se elas usarem o "véu islâmico".

"As mulheres que viajam mais de 45 milhas (72 km) não podem fazer a viagem se não estiverem acompanhadas por um parente próximo", declarou o porta-voz do ministério, Sadeq Akif Muhajir, antes de explicar que o acompanhante deve ser um homem.

Desde sua chegada ao poder em agosto, os talibãs adotaram várias restrições às mulheres e meninas, apesar das promessas inicias de que o regime seria menos rígido que o anterior (1996-2001).

Burca

Durante seu primeiro governo, os talibãs obrigaram as mulheres a usar a burca. Elas só tinham permissão para sair de casa acompanhadas por um homem e eram impedidas de trabalhar ou estudar.

Quando retornaram ao poder em agosto deste ano, o movimento Talibã, que precisa do reconhecimento da comunidade internacional e de ajuda humanitária, afirmou que seria mais aberto que durante o regime anterior.

"Vemos cada dia um pouco mais quem os talibãs são de verdade, quais os seus pontos de vista para os direitos das mulheres. E é uma imagem muito, muito sombria", declarou Heather Barr, da ONG Human Rights Watch.

"Prisioneiras"

(Com informações da AFP)


Leia mais

Leia também:
Mulheres afegãs marcham em Cabul pela primeira vez depois da volta do Talibã
Afeganistão: Talibã não está cumprindo promessas sobre situação das mulheres, denuncia ONU
Talibã alerta que sanções contra Afeganistão podem gerar insegurança global e onda de refugiados

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos