1 / 5

Ana Amélia (vice de Geraldo Alckmin)

Ela é senadora pelo Rio Grande do Sul, filiada ao PP (Partido Progressista) e se apresenta no espectro de centro-direita. Conservadora, Ana Amélia tem forte discurso antipetista e integrou a comissão do Senado que recomendou o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.
A senadora é ruralista e defende causas do agronegócio. Ela teve, por exemplo, atuação em propostas de renegociação de crédito rural.
Ana Amélia também teve seu nome ligado ao MBL (Movimento Brasil Livre). Em sua conta no Twitter, Kim Kataguiri compartilhou uma foto ao lado da senadora dizendo que estava entrando para “o quadro” do movimento. Em resposta, a vice de Alckmin agradeceu.
Ana Amélia também votou, recentemente, a favor da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) do Teto dos Gastos, que estabelece um limite para os gastos públicos pelos próximos 20 anos. A senadora também votou a favor das reformas trabalhista e do ensino médio (Imagem: Fátima Meira/Futurapress)

Mulheres e corrida presidencial: quais pautas defendem as candidatas à vice?

Por Giorgia Cavicchioli

De acordo com a Justiça Eleitoral, as mulheres representam 52% do eleitorado brasileiro. Na tentativa de arrecadar votos femininos, cinco dos doze candidatos homens à presidência apresentaram vices mulheres nas eleições deste ano. A seguir, você entenderá um pouco mais sobre as pautas que cada uma delas defende.