Mulheres esquartejadas em SP eram casadas e acusadas de maus-tratos contra filha

·1 min de leitura
Mulheres foram esquartejadas em SP - Foto: Reprodução/TV Globo
Mulheres foram esquartejadas em SP - Foto: Reprodução/TV Globo
  • Duas mulheres foram encontradas esquartejadas na semana passada em São Paulo

  • A polícia concluiu que elas eram casadas e acusadas de maus-tratos contra a filha de uma delas

  • Há dúvidas se elas foram mortas por criminosos da região ou moradores "comuns"

As duas mulheres encontradas esquartejadas na semana passada na Zona Leste de São Paulo eram casadas e acusadas de maus-tratos contra a filha de uma delas. A Polícia Civil revelou a informação à imprensa nesta terça-feira (19).

Os corpos de Letícia Cristina Pinto Mariano e Raquel Mariano Lopes foram achados na última quarta na Rua Itália Giusti, em crime que chocou a comunidade local pela violência.

A investigação ainda tenta entender quem matou o casal. Para o delegado Fernando Cesar de Souza, do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), porém, não há dúvidas de que as mulheres foram assassinadas por “vingança”, após maus-tratos à filha de Letícia, de 8 anos.

“Ela (criança) foi largada no meio da rua, perto do Metrô Patriarca. Populares perceberam que a criança estava machucada e foram verificar o que estava acontecendo. Essa mulher saiu correndo e largou a criança toda machucada”, declarou.

Fernando explicou que há dúvidas sobre se as mulheres foram esquartejadas por uma facção criminosa ou pela população comum, revoltada com o estado da criança.

“Eu tenho informação que os prováveis autores são da comunidade local. Se são criminosos ou são moradores isso ainda está sendo investigado.”

Criança foi hospitalizada

Abandonada pela mãe e a companheira, a garota de 8 anos foi internada em um hospital da região e está sob acompanhamento do Conselho Tutelar.

A polícia segue ouvindo testemunhas com possível ligação com o crime. Ninguém foi preso até o momento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos