Multas caem 57% nas marginais após Doria subir limite de velocidade

ARTUR RODRIGUES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As multas nas marginais Tietê e Pinheiros caíram para menos da metade na primeira semana após o aumento do limite de velocidade nas vias implantado pelo prefeito João Doria (PSDB).

Comparando o período de 25 a 31 de janeiro deste ano e de 2016, as infrações por trafegar acima da velocidade permitida nas duas vias passaram de 42.872 para 18.570, uma queda de 57%.

O aumento dos limites nas duas marginais aconteceu em 25 de janeiro, com a retomada das máximas de 90 km/h na pista expressa, de 70 km/h na pista central e de 60 km/h na pista local -e a criação do programa Marginal Segura. A medida foi o cumprimento de uma promessa de campanha do tucano.

De acordo com dados da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), tabulados pela reportagem, a principal responsável pela redução é a queda nas infrações para quem trafega até 20% acima do limite. Essas multas passaram de 37.707 para 17.080, uma redução de 55%.

As autuações para quem dirige entre 20% e 50% acima da velocidade passaram de 4.765 para 1.401, uma redução percentual de 71%. A minoria das multas é para quem ultrapassa o limite em 50%, que saíram de 400 para 89 (78% a menos).

No período analisado neste ano, o ponto com mais multas foi na altura do número 20 mil da avenida das Nações Unidas (marginal Pinheiros).

Contabilizando todo o mês de janeiro e a cidade toda, as multas caíram 17% no primeiro mês da gestão. As infrações registradas em janeiro passaram de 1.271.907, no ano passado, para 1.060.427.