Multidão se reúne para protestar contra atentado a Cristina em Buenos Aires

BUENOS AIRES, ARGENTINA (FOLHAPRESS) - Uma multidão foi convocada para repudiar a tentativa de assassinato de Cristina Kirchner, vice-presidente da Argentina, ocorrido nesta quinta (1º).

A maior manifestação tem como destino a emblemática Praça de Maio e o Obelisco, para onde centenas de pessoas começaram a chegar na manhã desta sexta (2) a partir de diferentes partes da capital, muitas com bandeiras e carros de som. As principais cidades do interior do país também organizaram eventos em apoio à Cristina.

Segundo o jornal La Nación, todos os ministros do governo Alberto Fernández decidiram participar da mobilização. Ainda não há definição se o presidente argentino se juntará a eles.

Se nas principais avenidas o movimento era intenso, com o fechamento da avenida 9 de Julho a carros, as demais ruas estavam com trânsito tranquilo e incomum para uma sexta-feira, após o governo decretar feriado nacional.