Mundial de Clubes 2023: o que se sabe e quais são os rivais já garantidos do Flamengo

Com a vitória sobre o Athletico neste sábado, o Flamengo se tornou campeão da Libertadores 2022. Com isso, o rubro-negro conquistou a vaga para disputar o Mundial de Clubes da temporada, mas que só deve ser realizado em 2023.

Libertadores: Flamengo diminui distância do Brasil para Argentina em número de títulos

Campeão: Flamengo fatura premiação milionária; veja valores

Embora ainda não tenha data confirmada, a Fifa pretende realizar a competição entre os dias 6 e 12 de fevereiro, segundo a imprensa internacional — a data é pouco antes dos jogos de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, que acontecem nos dias 14 e 15 do mesmo mês.

Até o momento, a entidade ainda não se pronunciou oficialmente sobre o país-sede do torneio. De acordo com a imprensa internacional, os Estados Unidos corre na frente na briga para sediar o campeonato. Além dos EUA, China e os Emirados Árabes Unidos também estariam na disputa.

Mesmo que existam rumores de que a Fifa pretende mudar a dinâmica do Mundial de Clubes, o formato com seis times de cada continente e um do país sede está mantido até a edição da temporada 2023. Dos sete clubes, quatro, além do Flamengo, campeão da Libertadores, já estão confirmados.

Conheça os times já confirmados no Mundial de Clubes:

Vencedor da Champions League, o Real Madrid será o representante europeu. Pelo continente africano estará o Wydad Casablanca, do Marrocos. A equipe venceu o Al-Ahly, do Egito, na decisão da Liga dos Campeões da África.

Já pela Concacaf, o Seattle Souders, dos Estados Unidos, será o representante. O clube americano conquistou o torneio da confederação pela primeira vez após vencer o Pumas, do México, no placar agregado de 5 a 2. O Sounders tem alguns jogadores conhecidos do público brasileiro, como Lodeiro, ex-Corinthians e Botafogo, e João Paulo, que também passou pelo alvinegro.

Na Oceania, o Auckland City, da Nova Zelândia, se isolou como maior campeão da Liga do continente ao conquistar o décimo título contra o Vênus, da Polinésia, e também estará no Mundial. Dessa forma, faltam os representantes da Ásia e do país-sede, que ainda não foi definido pela Fifa.

Flamengo - América do Sul

Real Madrid - Europa

Seattle Sounders - Concacaf

Auckland City - Oceania

Wydad Casablanca - África