Mundial de Surfe: Americano bate Filipe Toledo na final da etapa de El Salvador

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O brasileiro Filipe Toledo foi superado, neste sábado, pelo americano Griffin Colapinto na final da sétima etapa do circuito mundial. Foi a quarta final de Filipinho em 2022. Apesar da derrota, o surfista se mantém no topo do ranking mundial.

Perda: Bruno Henrique corre risco de não jogar mais pelo Flamengo em 2022 até sem cirurgia

O título foi decidido na última onda do americano, que conseguiu virar o placar até então favorável ao brasileiro. Filipinho recebeu a maior nota na final com 9,57.

Em busca do seu primeiro título mundial, Filipinho ainda tem mais três etapas para se consolidar no topo e confirmar a presença na WSL Finals, em Trestles, em setembro. A próxima disputa será em Saquarema, a partir do dia 24, que retorna ao calendário da elite do surfe.

Filipinho chegou à final após bater o o atual campeão olímpico Ítalo Ferreira na semifinal. O atual número um do mundo voou para conseguir uma nota 9,7 e não deu chances de virada ao compatriota.

A final só não foi 100% brasileira porque Gabriel Medina foi superado por Griffin Colapinto numa disputa acirradíssima até o fim na primeira semifinal. A nota da melhor manobra do surfista brasileiro foi muito contestada.

Nas redes sociais, Medina publicou uma mensagem misteriosa. Na entrevista à organização, ele disse estar muito satisfeito com a performance em El Salvador.

Na final feminina, a australiana Stephanie Gilmore bateu a americana Lakey Peterson, de virada, no fim da bateria.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos