Mundo deve investir mais na prevenção de futuras pandemias, indica painel do G20

·1 minuto de leitura
A diretora-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC) durante a coletiva de imprensa do Painel Independente de Alto Nível do G20 na reunião de ministros das finanças e banqueiros centrais do G20 em Veneza, em 9 de julho de 2021

O mundo precisa investir muito mais e fornecer instrumentos à governança global para o combate a futuras pandemias, alertaram nesta sexta-feira (9) especialistas convocados pelo G20 para refletir sobre como preparar o planeta para o futuro.

"O mundo está longe de ser capaz de prevenir ou deter a próxima pandemia", disse o Painel Independente de Alto Nível em um relatório apresentado em Veneza por ocasião da reunião de ministros das Finanças do G20.

No entanto, "há uma grande probabilidade de que a próxima pandemia chegue em menos de dez anos - surgindo a partir de uma nova cepa de influenza, outro coronavírus ou um de vários outros patógenos perigosos".

"Seu impacto na saúde humana e na economia mundial poderia ser ainda mais forte do que o da covid-19", acrescentou.

Portanto, "devemos aprender as lições certas com esta pandemia para estarmos bem preparados para a próxima", urgiu Ngozi Okonjo-Iweala, diretora-geral da Organização Mundial do Comércio, em coletiva de imprensa.

O relatório considera necessário aumentar o financiamento público em pelo menos 75 bilhões de dólares nos próximos cinco anos.

Esses recursos devem possibilitar a criação de uma rede coordenada de vigilância e pesquisa sobre doenças infecciosas, sistemas de saúde mais fortes, uma capacidade mundial de produzir vacinas e uma melhor governança global para gerenciar crises.

O documento também defende a criação de um conselho de atenção a ameaças à saúde global.

mhc/bh/lby/els/eg/mis/ic

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos