Mundo ultrapassa marca de 1 bilhão de doses da vacinas contra a Covid aplicadas

·1 minuto de leitura
**Arquivo**SÃO PAULO/ SP, BRASIL,- 08.04.2021 -  Passo a passo da vacinação contra a Covid-19, Coronavirus.  (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
**Arquivo**SÃO PAULO/ SP, BRASIL,- 08.04.2021 - Passo a passo da vacinação contra a Covid-19, Coronavirus. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O mundo superou neste sábado (24) a marca de um bilhão de doses da vacina contra a Covid-19 aplicadas. A pandemia, no entanto, continua batendo recordes de casos e mortes. Inclusive na Índia, que vive o dilema de ser ao mesmo tempo um dos três países que mais administrou o imunizante e um dos novos epicentros da doença.

Desde dezembro de 2019, o coronavírus matou três milhões de pessoas e infectou mais de 145 milhões. Só nesta sexta-feira (23), mais de 893 mil casos foram registrados no mundo --um recorde de infecções em um único dia.

Há cinco meses, governantes tentam arrefecer a pandemia com campanhas massivas de vacinação. Até agora foram 1.000.029.168 de vacinas injetadas. O que significa 128 doses aplicadas a cada 1.000 habitantes.

A maioria das doses (58%), no entanto, foram administradas em só três países: Estados Unidos (222 milhões), China (216 milhões) e Índia (138 milhões), segundo o Our World in Data.

Israel é o país com o maior percentual de população totalmente vacinada (60%), seguido pelos Emirados Árabes Unidos (51%), Reino Unido (50%), Estados Unidos (42%) e Chile (41%).

Já o Brasil tinha aplicado até sexta-feira a primeira dose da vacina contra Covid em 28,7 milhões de pessoas, de acordo com o consórcio de veículos de imprensa. O que representa só 17,9% da população brasileira adulta.

A segunda dose foi aplicada em 12,2 milhões de pessoas --ou 7,6% da população adulta do país.