Município do Rio retorna ao estágio de mobilização após temporal

O município do Rio retornou ao estágio de mobilização às 23h45 desta sexta-feira, devido à redução dos acumulados de chuva nas últimas horas. Mais cedo, às 19h30, a cidade entrou em estágio de mobilização e, em seguida, às 21h15, em estágio de atenção, devido ao registro de chuva maior que 20mm/30min nas estações Anchieta (20,2 mm/30min) e Grajaú (29,5 mm/30min). A Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá está interditada por conta do risco de deslizamento na via, causado pelo acúmulo de chuva na região.

Alunos de escola da Fundação Roberto Marinho participam de formatura no Complexo da Maré

Covid-19: Universidades do Rio voltam a recomendar o uso de máscaras de proteção em suas dependências

Os trens da SuperVia para Santa Cruz e Japeri chegaram a suspender as paradas nas estações Riachuelo, Sampaio, Engenho Novo e Méier por cerca de 50 minutos. Segundo a concessionária, a medida foi tomada devido às fortes chuvas que atingiram a região metropolitana do Rio de Janeiro, para garantir a segurança de todos. Os trens já normalizaram a circulação.

Sem acordo, grupo CCR anuncia que deixa a operação das barcas em fevereiro

Segundo o Alerta Rio, há previsão de céu nublado a encoberto para a madrugada deste sábado, e ainda há previsão de pancadas isoladas de chuva. O Estágio de Mobilização é o segundo nível em uma escala de cinco e significa que há riscos de ocorrências de alto impacto na cidade.

Nas redes sociais, internautas destacaram fortes pancadas de chuva em bairros das zonas Norte, Sul e Oeste. Grajaú, Vila Isabel, Tijuca, Flamengo, Barra da Tijuca, Realengo, Padre Miguel e Recreio dos Bandeirantes foram alguns dos atingidos. Muitos relataram fortes trovões acompanhados de ventania. Através das redes, o Centro de Operações pediu que motoristas evitassem a Estrada Grajaú-Jacarepaguá e dirigissem com cuidado.