Musa do 'BBB 1', Xaiane cita machismo das mulheres de sua edição: 'Porque beijei na boca e usava biquíni PP'

·2 minuto de leitura

Musa da primeira edição do "Big Brother Brasil", reprisada agora no canal Viva, Xaiane Dantas acredita que hoje sua história no programa de 2002 seria outra. Ela foi eliminada na segunda semana, votada pela maioria das mulheres, depois de ter trocado beijos (os primeiros da história do reality) com Kleber Bambam, campeão daquela temporada de estreia.

"A mulherada todo me limou porque eu peguei o Bambam, porque meu biquíni era PP, porque eu mostrava o bumbum. Para elas, era muito problema numa mulher só. Fui cancelada pelas mulheres da casa em duas semanas. Mas era outra época e éramos também muito jovens e imaturos. Eu tinha 26 e agora tenho 46", contou Xaiane no Instagram Aquela Infância.

Desde que o "BBB 1" voltou a ser exibido no Viva, Xaiane tem recebido muitas mensagens de apoio: "A repercussão tem sido ótima. Está maravilhoso porque agora tem o empoderamento feminino. Ficar com as pessoas é normal, usar biquíni pequeno é normal, mostrar o bumbum, e Anitta ajudou nisso, hoje é normal. Antes, parecia que eu tinha cometido muitos pecados no programa, que tinha ido contra a lei de todas as mulheres".

Leia também: Bambam cita Gracyanne, Mirella Santos e Flávia Viana na lista de ex-affairs: '54 capas da 'Playboy' e 11 ex-BBBs'

Trabalhando atualmente como massoterapeuta, Xaiane viu sua lista de clientes aumentar com a reexibição do reality. Com sua partipação no "Big Brother" e alçada ao posto de musa daquela edição, ela conseguiu se manter financeiramente durante algum tempo. "Eu fiquei três meses ganhando e fazendo jabá pelo país inteiro. Com o dinheiro da revista 'Sexy', comprei um apartamento para minha mãe. Não gosto de falar em valores, mas posso dizer que foram mais de R$ 200 mil de cachê".

De todos os participantes do "BBB 1", Xaiane, que na verdade se chama Cristiane ("Eu fazia Publicidade e vi, na época, que seria bom criar um nome forte"), mantém contato logo com aquela que foi uma de seus algozes: "A Estela falava no programa que eu usava o corpo para aparecer. Hoje, ela é uma das minhas melhores amigas. A gente se fala quase todo dia". O mundo dá voltas, e avança.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos