Musa do OnlyFans é encontrada morta esfaqueada em casa

Musa do OnlyFans e do TikTok foi encontrada morta - Foto: Reprodução/Redes Sociais
Musa do OnlyFans e do TikTok foi encontrada morta - Foto: Reprodução/Redes Sociais
  • Anastasia Grishman publicava seus conteúdos no TikTok e no OnlyFans

  • A influenciadora russa foi encontrada morta a facadas na própria residência em São Petersburgo

  • O principal suspeito do crime é o namorado da vítima, Dmitry Chernyshov

Uma influenciadora digital russa foi encontrada morta no apartamento em que vivia, em São Petersburgo, na última quarta-feira (10). O corpo da vítima estava com marcas de facadas.

De acordo com informações da imprensa local, Anastasia Grishman tinha 26 anos e publicava seus conteúdos nas plataformas TikTok e OnlyFans, nas quais era conhecida como Grshmn.

A polícia russa invadiu o apartamento em que Anastasia vivia após relatos preocupados de amigos, que disseram que não conseguiam se comunicar com a jovem há uma semana.

No local, os agentes encontraram a vítima já sem vida, com seis marcas de facadas na região do pescoço.

O principal suspeito do crime é o namorado de Anastasia. Dmitry Chernyshov foi preso pela polícia e, de acordo com alguns veículos russos, teria admitido a autoria do assassinato.

Chernyshov possuía passagens anteriores pela cadeia por roubo e evasão do serviço militar.

O que é feminicídio?

Segundo o Código Penal Brasileiro, o feminicídio é o homicídio praticado contra a mulher pelo fato de ela ser uma figura feminina, ou nos casos de violência doméstica. Fatores como misoginia, menosprezo pela condição feminina, discriminação de gênero e violência sexual são os principais indícios do crime.

A lei do feminicídio (lei 13.104/15) não enquadra, porém, o crime a qualquer assassinato de mulheres.

Variações do feminicídio

Violência doméstica ou familiar: A lei se enquadra nos casos em que o criminoso é uma pessoa da própria família ou já manteve uma relação com a vítima. Esta é a variação mais comum no Brasil.

Menosprezo ou discriminação contra a mulher: A lei também pode ser aplicada quando o assassinato é resultante do preconceito de gênero, que pode ser manifestado pela objetificação feminina e pela misoginia.

Pena prevista para o crime

Vale ressaltar, ainda que o feminicídio é visto pelo Código Penal como uma forma qualificada de homicídio. Sendo assim, a pessoa que cometer o crime está sujeita a pegar de 12 a 30 anos de reclusão.