Musa do vôlei, Keyla Alves fatura cerca de R$ 150 mil mensais com fotos sensuais e redes sociais; veja imagens

Acima de tudo, ela é atleta de vôlei. Musa do esporte também. Líbero do Osasco, Keyla Alves também acumula outras funções em sua rotina: é influenciadora, modelo e também comercializa fotos sensuais numa plataforma adulta... E fatura alto com isso. Segundo a jogadora, sua receita, que engloba todo o conteúdo que produz para internet, supera em cerca de 50 vezes o que recebe no esporte: um total que ultrapassa a marca dos R$ 150 mil mensais, segundo o "Estadão".

Apenas no Onlyfans, ela conta com dois mil assinantes. Com isso, ainda de acordo com a publicação, ela alcança o patamar de R$ 100mil mensais. Também possui perfis nas plataformas Instagram, onde é seguida por mais de 2,4 milhões de pessoas, Twitter, TikTok e ainda planeja criar um canal do Youtube. A moça, de 22 anos, complementa o faturamento na web realizando publiposts através de suas páginas.

Keyla conta com uma equipe para auxiliá-la na produção de conteúdo e nos trabalhos que realiza na web. Decidiu, por exemplo, comercializar as fotos sensuais após perceber que a maioria de seu público era masculino, conforme já declarou. Além do mais, eram registros que, vez ou outra, já disponibilizava no Instagram. Agora, porém, esse conteúdo é limitado para aqueles que desembolsam a quantia para ter acesso.

É um turbilhão de compromissos, mas keyla tem foco especial para o esporte. Ela renovou, recentemente, com a equipe do Osasco, que não terá Camila Brait, de quem era reserva. Medalhista de prata em Tóquio-2020, ela tirou "ano sabático" para tentar engravidar do segundo filho.

Na internet, Keyla já ostenta o título de ser a atleta do vôlei mais seguida do mundo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos