Museu Afro Brasil reabre com tributo a artista morto em setembro

Logo Agência Brasil
Logo Agência Brasil

Depois de 12 dias fechado para reforma, o Museu Afro Brasil (MAB) reabre hoje (5) com a inauguração de uma mostra-tributo ao fundador e diretor-curador do museu, o artista Emanoel Araújo, falecido no dia 7 de setembro. O evento reunirá artistas, autores, curadores, amigos e a equipe do Museu Afro Brasil em uma homenagem ao curador das exposições que deram origem aos catálogos Arqueologia Amorosa de São Paulo, Padre Jesuíno do Monte Carmelo aos Olhos de Mário de Andrade, A Volta do Baile do Spam de Lasar Segall e Esse Extraordinário Mário de Andrade.

No Tributo a Emanoel Araújo, serão expostas obras do artista plástico (uma escultura e quatro relevos), além de um retrato feito pelo fotógrafo Fernando Azevedo e frases sobre sua vida, obra e trabalho. Será exibido ainda o documentário Emanoel… são tantos, dirigido por Pedro Paulo Mendes. A mostra fica em cartaz até dezembro no hall do piso térreo do Museu Afro Brasil.

Notícias relacionadas:

Está prevista ainda a abertura da Instalação MIS em Cena – Grandes Personalidades Negras, com 81 obras produzidas por grafiteiros da periferia durante exposição coletiva realizada em parceria com o Museu da Imagem e do Som, em 17 de setembro, na marquise da instituição. Reproduções das obras que retratam 81 personalidades negras que fazem parte da história do Brasil, incluindo Emanoel Araújo, serão expostas simultaneamente no MAB e em diversos polos culturais da capital e da Grande São Paulo. As obras originais serão exibidas no MIS.

A Oficina sobre Tintas Naturais: Cores Ancestrais, com Helô Rodrigues, fecha o leque de atrações propostas na data de reabertura do Museu Afro Brasil. Durante a ação, que integra a programação da Virada Sustentável, o público poderá explorar temáticas de obtenção e uso das tintas de origem orgânica e mineral, além de abordar questões históricas, culturais, geopolíticas e sociais por trás das tintas, e será convidado a olhar de forma mais sensível para seu território, observando a variedade de elementos tintórios ao redor que podem se tornar matéria-prima sustentável.

A mostra em homenagem a Emanoel Araújo poderá ser visitada até 30 de dezembro, das 10h às 17h, com permanência até as 18h, e entrada gratuita. A Oficina sobre Tintas Naturais: Cores Ancestrais será das 14h30 às 16h30, na Marquise do Museu Afro Brasil, com inscrições gratuitas no site da instituição.

A Instalação MIS em Cena – Grandes Personalidades Negras estará aberta de hoje até 30 de dezembro, das 10h às 17h, com permanência até as 18h, no Museu Afro Brasil, no Parque Ibirapuera, Portão 10/estacionamento pelo Portão 3. Os ingressos custam R$ 15, com meia-entrada a R$ 7,50. A entrada é gratuita às quartas-feiras.