Museu de Arte Sacra de São Paulo expõe presépios até 5 de janeiro

Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil

A tradicional mostra de presépios do Museu de Arte Sacra de São Paulo, na região da Luz, reúne neste ano 29 conjuntos representativos da cena da Natividade, montados com peças do acervo do museu ou de coleções pessoais.

Os presépios foram montados por um grupo de convidados, entre os quais a primeira-dama do estado, Bia Doria.

A mostra Presépios da Vida - Uma História de Paz tem curadoria de Chris Ayrosa e fica em cartaz até 5 de janeiro.

Origens

O termo presépio deriva do latim praesaepe, que significa estrebaria, curral, estábulo, local para onde o gado é recolhido.

Na cultura cristã, Jesus nasce em Belém, na província romana da Judeia, em uma manjedoura, que em latim se diz praesepium, de onde vem a palavra presépio.

Segundo o museu, o primeiro presépio foi montado por São Francisco de Assis, no Natal de 1223. A intenção do santo era explicar às pessoas mais simples como foi o nascimento de Jesus Cristo. A partir do século 18, a tradição de montar o presépio dentro das casas das famílias popularizou-se na Europa e, logo em seguida, em outras regiões

.