Thiaguinho vai passar por 26 cidades com 'Tardezinha' em 2023: "Honra e responsabilidade"

Cantor começa e termina a turnê do projeto no Rio de Janeiro

Thiaguinho fará 27 shows da Tardezinha em 2023 (foto: Roberto Filho/Brazil News)
Thiaguinho fará 27 shows da Tardezinha em 2023 (foto: Roberto Filho/Brazil News)

Resumo da Notícia:

  • Thiaguinho começa e termina a turne Tardezinha 2023 no Rio de Janeiro

  • O projeto vai passar por 26 cidades do Brasil durante a turnê

  • Cantor terá um 'chopp na lata' com seu rosto em pontos de venda

Thiaguinho está pronto para retomar com tudo o projeto "Tardezinha". O show de pagode que conquistou brasileiros contará com 27 apresentações, em 26 cidades do país, até dezembro de 2023. O evento conta com patrocínio da Itaipava em todos os shows, que começam em 1º de abril e terminam em 18 de dezembro.

Para dar o pontapé nos trabalhos, Thiaguinho reuniu amigos, familiares e convidados no lançamento da turnê. “Não imaginava chegar no tamanho que a Tardezinha chegou, mas ela cresceu pelo carinho que o povo tem pelo evento”, comemorou o cantor na coletiva de imprensa que o Yahoo esteve presente, na tarde desta quarta-feira (11), no Rio de Janeiro.

O evento contou com a presença de nomes como Cleo, Marcello Melo Jr., Jonathan Azevedo, Roberta Rodrigues, Josie Pessoa, Gabigol, Medina, Rafael Zulu, Carol Sampaio, André Marino e outros famosos. Na fila do gargarejo estava Carol Peixinho, influencer e namorada do cantor.

Itaipava, patrocinadora da Tardezinha em 2023, lança a Ita-Draft com o conceito 'chopp na lata' para a turnê e pontos de venda (foto: Roberto Filho / Brazil News)
Itaipava, patrocinadora da Tardezinha em 2023, lança a Ita-Draft com o conceito 'chopp na lata' para a turnê e pontos de venda (foto: Roberto Filho / Brazil News)

O primeiro show, para 70 mil pessoas, está esgotado desde 2022 e várias apresentações pelo Brasil seguem o mesmo caminho. Para a leva de apresentações, Thiaguinho estampa uma edição especial de Itaipava, a Ita-Draft. “Minha ‘lata’ estará estampada na latinha de uma chopp durante um ano inteiro, e isso é muito legal. Daqui 30, 40 anos, vou contar para os meus netos e bisnetos sobre”, festejou a edição especial da bebida.

Além do patrocínio da Itaipava na cerveja do evento, o Tardezinha também conta com a participação de dois programas da Cervejaria Petrópolis que incentivam o consumo consciente de álcool. "O público vai contar com as nossas águas durante o show e achamos importante essa participação do programa 'Saber Beber'", afirmou Danielle Bibas, VP de Marketing do Grupo Petrópolis.

A turnê que estreia no Parque Olímpico do Rio de Janeiro passará por Salvador (BA), Teresina (PI), Maceió (AL), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Recife (PE), Belém (PA) e outras cidades.

Ascensão do pagode

Em uma crescente no Brasil, o pagode tem ganho mais espaço com eventos como o "Numanice", de Ludmilla, e o "Resenha do Mumu", de Mumuzinho. Os shows viajam pelo país sempre lotados e ajudam a diversificar o estilo.

Cantor de samba há 21 anos e nas vésperas dos 40, Thiaguinho quer propagar cada vez mais e passar o bastão para novas gerações, assim como fizeram com ele. “Me enche de alegria. O samba é tradicional na vida das pessoas, na vida das famílias. Todo churrasco que tiver em casa, toda feijoada que tiver em casa vai tocar, independente do momento do samba”, avaliou.

“É uma honra e uma responsabilidade pela história que tem. Por tudo que o samba já enfrentou pra chegar hoje nos grandes palcos, nas grandes festas. Enxergo o samba forte até pela resistência que o samba teve que ter desde o início dele”, afirmou ao Yahoo.

O artista ainda lembrou que Ludmilla, que lota shows do Numanice, foi a artista que mais participou do Tardezinha. “Fico orgulhoso de ter um projeto como o dela fazendo sucesso com o pagode. Ela é considerada de outro segmento, mas ela cresceu ouvindo pagode. Gravei pagode com Vitão, com a Luiza Sonza... O samba dele é muito forte no Brasil todo e não vejo como ‘esse é o momento mais forte’. Acredito estar sempre em uma crescente estável”, conclui.