Musk nega caso com ex-mulher de cofundador do Google e diz que estava em festa com ele no fim de semana

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O fundador e presidente da Tesla, Elon Musk, foi ao Twitter para negar uma reportagem do jornal americano “The Wall Street Journal” que o acusa de ter mantido um caso com a então mulher do cofundador do Google Sergey Brin.

Brin teria pedido o divórcio após saber o romance e rompido relações com Musk. De acordo com o jornal, ele também ordenou que suas participações nas empresas de Musk fossem vendidas.

“Isso é uma besteira. Sergey e eu continuamos amigos e estávamos juntos em uma festa na noite passada”, escreveu Musk na rede social.

Ele disse ainda que viu a ex-mulher de Brin, Nicole Shanahan, duas vezes nos últimos três anos em encontros sociais e que em ambas as ocasiões havia outras pessoas presentes.

O tuíte de Musk foi publicado em resposta a uma postagem do blog Whole Mars Catalogue, que divulga tecnologias e esforços para se chegar a Marte. O blog reproduziu a reportagem do WSJ em seu perfil.

Brin e Nicole Shanahan se divorciaram em janeiro deste ano, logo depois que o executivo tomou conhecimento do caso com Musk, que teria começado em dezembro do ano passado, na feira de arte Art Basel, em Miami, diz o jornal.

Fontes informaram ao WSJ que na época do romance, o casal já estaria separado, mas continuava a morar na mesma casa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos