Musk sai na frente de Bezos e vai construir foguete que levará astronautas à Lua

O Globo
·1 minuto de leitura

WASHINGTON - A Nasa concedeu à SpaceX, do bilionário Elon Musk, um contrato de US$ 2,9 bilhões para construir uma nave espacial que leve astronautas à Lua, deixando de lado a Blue Origin, de Jeff Bezos, e a Dynetics, segundo informou nesta sexta-feira o Washington Post.

A missão será a primeira da agência espacial americana desde a Apolo.

A oferta de Musk, também presidente da Tesla, superou a do presidente da Amazon, Jeff Bezos, que havia se associado à Lockheed Martin, Northrop Grumman e Draper.

No início da semana, a SpaceX anunciou que havia arrecadado cerca de US$ 1,16 bilhão em financiamento de capital.

No ano passado, a SpaceX, a Blue Origin e a Dynetics assinaram um contrato com a Nasa para construir sistemas de pouso lunar da missão Artemis, que podem levar astronautas à lua até 2024, prazo adiantado pela Casa Branca durante a campanha Lua-a-Marte da agência espacial.

Ao contrário do pouso da Apollo na Lua, que aconteceu há mais de 50 anos, a Nasa está se preparando para uma presença de longo prazo no satélite da Terra que, segundo a agência, permitirá eventualmente aos humanos alcançar Marte, apoiando-se fortemente em empresas privadas construídas em torno de visões partilhadas para a exploração espacial.