Musk segue ‘bombardeio’ ao bitcoin, mas cotação estabiliza

·1 minuto de leitura
Elon Musk. (Foto: Tristar Media/Getty Images)
Elon Musk. (Foto: Tristar Media/Getty Images)
  • Elon Musk continuou sua série de ataques à cripto mais valiosa do mundo.

  • O bilionário disse que está trabalhando com desenvolvedores da Dogecoin.

  • Mensagens voltaram a ‘bombar’ moeda alternativa.

Aparentemente, mesmo uma das pessoas mais poderosas do mundo tem poderes limitados sobre a cotação do bitcoin. Depois de anunciar que a Tesla não aceitaria mais bitcoins na venda de carros, citando “preocupações ambientais”, levando a cotação da cripto a uma baixa de US$ 45 mil, Elon Musk seguiu com seus ataques em uma série de tweets.

Leia também:

Disse que o consumo de energia da rede era “insano” e chegou até a propor uma taxação sobre consumo energético – todas potenciais “bombas” contra o bitcoin.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Bitcoin segue firme

Mas o que se viu, afinal, foi uma cotação estável, apesar dos ataques do bilionário sul-africano. No fechamento deste texto, o bitcoin era negociado a cerca de US$ 50,37 mil, com leve alta de 0.24% nas últimas 24 horas.

Em outro tweet, Musk deixou mais claro a razão dos ataques: ele diz estar “trabalhando com desenvolvedores da Dogecoin” para melhorar a eficiência do sistema da cripto alternativa.

Foi suficiente para bombar a cotação da Doge, que acumula alta de mais de 27% nas últimas 24 horas.

Mas desenvolvedores experientes ficaram céticos com a mensagem de Musk, já que a Dogecoin conta com uma comunidade de desenvolvedores bem menor que a do bitcoin, e o sistema é basicamente uma cópia da cripto mais valiosa do mundo, mas defasada por conta de falta de investimentos.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos