Musk vende quase US$ 4 bi em ações da Tesla, que financiou parte da compra do Twitter

O bilionário Elon Musk, dono da Tesla, vendeu quase US$ 4 bi em ações da empresa de veículos elétricos, de acordo com documentos da Comissão de Valores Mobiliários (SEC) dos EUA divulgados nesta terça-feira, mais de uma semana depois de comprar o Twitter por US$ 44 bi.

Leia mais: Elon Musk compra Twitter: o que muda na plataforma? Leia também: Musk terá de agir rápido para resgatar confiança no Twitter

Os papéis da fabricante de veículos chegaram a cair 5,2% na segunda-feira, negociadas a US$ 196,66 em Nova York, batendo o menor valor intraday desde junho de 2021. A expectativa é que as perdas sofridas após a confirmação da compra da rede social dissolvam todos os ganhos da companhia nos últimos 17 meses. A demanda por automóveis está desacelerando e os investidores vendem as ações por entenderem que era hora de o bilionário se concentrar nos problemas da Tesla.

Documentos do regulador de valores mobiliários mostram que Musk, que financiou grande parte da compra da plataforma digital com ações da Tesla, vendeu 19,5 milhões de ações no valor de cerca de US$ 3,95 bi.