Mustang GT 1968 que Steve McQueen dirigiu em 'Bullitt' é leiloado por US$ 3,4 milhões

RIO — Um dos carros mais famosos da história do cinema, o Mustang que Steve McQueen dirigiu na clássica perseguição do filme “Bullitt” (1968) foi vendido por US$ 3,4 milhões em um leilão realizado na Flórida, na última sexta-feira. O Ford Mustang GT verde de 1968 atingiu o valor mais alto já pago por um carro do mesmo modelo em um leilão (com as taxas, o custo total foi de US$ 3,74 milhões).

Nas filmagens, o vidro da janela do motorista foi abaixado, para que o público pudesse ver que McQueen realmente estava ao volante. Após as filmagens, o Mustang foi vendido a um funcionário da Warner Brothers e, posteriormente, a um detetive da polícia de Nova Jersey.

Em 1974, o carro foi vendido por US$ 6 mil em 1974 a Robert Kiernan, de Madison, Nova Jersey, que manteve o carro até morrer, em 2014. Kiernan rejeitou várias ofertas pelo carro (segundo o "New York Times", uma das propostas foi do próprio ator) e deixou o Mustang para o filho, Sean.