'Não é só pela minha filha, mas por todas as mulheres', diz mãe de morta a facadas em shopping no Rio; MP denunciou assassino à Justiça

·2 minuto de leitura

"Não é só pela minha filha, mas por todas as mulheres", disse Márcia Maria Mota, de 55 anos, mãe de Vitórya Melissa, estudante de 22 anos morta a facadas em praça de alimentação em shopping de Niterói, no último dia 2. Ainda fragilizada com a morte da filha mais velha, a dona de casa passa pelos seus piores dias, mas a denúncia do Ministério Público do Rio oferecida nesta terça-feira contra Matheus dos Santos da Silva, de 21 anos, pelo crime de feminicídio triplamente qualificado, traz a esperança por justiça.

— A dor da perda nunca vai ser aliviada. Quando fecho os olhos, ainda sinto aquelas facadas no meu peito. Hoje, nossa família está estraçalhada, e as irmãs dela não conseguem mais ver fotos da Melissa. Ela era educada, gentil, estudiosa e amada por muita gente. Foi muita maldade o que aconteceu com ela, mas esse homem vai ter sua sentença — disse ela.

Na denúncia, oferecida por meio da Promotoria de Justiça junto à 3ª Vara Criminal de Niterói , o promotor de Justiça enfatiza que o crime foi motivado por finalidade torpe, por meio cruel e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima. Ainda de acordo com a denúncia, é destacado que o homicídio foi cometido por razoes da condição de sexo feminino, envolvendo menosprezo à condição de mulher.

O promotor descreve a relação prévia entre os dois, na qual Matheus nutria sentimentos íntimos não correspondido pela menina. Também é narrada a sequência do feminicídio. De acordo com a denúncia, após cometer o crime, Matheus foi contido e desarmado por populares, tendo a vítima sido encaminhada para pronto socorro médico. Conduzido à 76ª Delegacia de Polícia. ele foi autuado em flagrante diante do relato das diversas testemunhas que presenciaram o crime e da filmagem das câmeras de segurança do shopping, atestando a autoria do fato.

— Não me sinto aliviada, está bem difícil continuar de pé. Mas me apego em Deus e nas minhas filhas, que trabalham desde nova e foram muito bem educadas, como a Melissa — afirmou.

Na tarde de quarta-feira, dia 2, a jovem foi morta a facadas por Matheus na praça de alimentação de um shopping no Centro de Niterói, na Região Metropolitana do Rio. A estudante, que havia completado 22 anos dias antes, chegou a ser socorrida para o Hospital Azevedo Lima, também em Niterói, mas, segundo a unidade de saúde, já chegou morta ao local.

Segundo a 76ª DP (Niterói), onde foi registrado o caso, Matheus comprou a faca utilizada para matar a jovem minutos antes do crime, em uma loja dentro do próprio shopping. Câmeras de segurança flagraram o assassinato, ocorrido por volta de 13h, e vídeos gravados por testemunahs que circulam pela internet mostram a correria na praça de alimentação e, também, a tentativa de socorro à vítima.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos