'Não desejaria a inimigo', diz mulher de Mauro Naves sobre afastamento do repórter

LEONARDO VOLPATO
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 18.02.2012: O jornalista Mauro Naves no Camarote Bar Brahma, no sambódromo do Anhembi, zona norte da capital paulista. (Foto: Fábio Guinalz/Fotoarena/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Afastado de suas funções no esporte da Globo, o repórter Mauro Naves segue sem expectativa de retorno à emissora. O jornalista passou o telefone do pai do jogador Neymar ao advogado de Najila trindade, quem o acusa de estupro. A emissora não gostou do envolvimento dele no caso. Em entrevista ao TV Fama, a atriz Patricia Naves, mulher dele, desabafou e falou da dor que ele e toda a família estão sentindo com a decisão. "Acho que ninguém deveria passar o que o Mauro está passando. Eu preferiria não falar, mas não posso. A dor que todos nós da família estamos passando, não desejaria ao meu pior inimigo", disse. De acordo com ela, a família está chocada com a repercussão que o caso tomou. Foi William Bonner quem leu a nota de afastamento do profissional, ao vivo, no Jorna Nacional. "Em função de uma pessoa que simplesmente não fez nada. Ele forneceu [o telefone] a partir do momento em que ele ligou para o pai do Neymar e perguntou se poderia dar o telefone. Qual o problema de você dar um telefone de uma pessoa com autorização da outra?", defendeu. Patricia contou ainda que o marido se mantém firme com relação à sua conduta. "Mas o sofrimento da família e o que ele está passando em consequência disso eu não desejo a ninguém. Tenho certeza da honestidade do meu marido, podem procurar, não vão achar nada", finalizou.