Não desistam do Brasil, diz Rodrigo Pacheco em evento do FMI

CAMILA MATTOSO
·1 minuto de leitura
***FOTO DE ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 04.03.2021 - Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, durante Sessão que analisa PEC emergêncial e crédito de 2,5 bilhões para Ministério da Saúde. (Foto: Raul Spinassé/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 04.03.2021 - Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, durante Sessão que analisa PEC emergêncial e crédito de 2,5 bilhões para Ministério da Saúde. (Foto: Raul Spinassé/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em evento organizado pelo FMI (Fundo Monetário Internacional) nesta segunda-feira (5), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), pediu que as expectativas positivas em relação ao Brasil não sejam abandonadas.

"Faço um breve registro a todos aqueles do Brasil e fora do Brasil que enxergam o nosso país como um país de boas expectativas para o futuro que não desistam dessa expectativa", disse Pacheco.

"Gostaria de fazer um balanço muito importante do que foi a estrutura do Brasil nos últimos cinco anos, o tempo que estou na política, quatro anos como deputado federal e agora dois anos e três meses como senador e hoje presidente do Senado, o quanto houve de melhora no ambiente brasileiro proporcionado pelo Congresso e pelo governo federal", continuou.

"Fizemos nesse período de cinco anos uma substancial reforma trabalhista, que mudou significativamente as relações de trabalho entre empregador e empregado, somada à reforma da CLT também aprovamos uma lei de terceirização", completou.

Pacheco também listou as aprovações da reforma da Previdência, da reforma política (em 2017), além de projetos como o da autonomia do Banco Central e o marco do saneamento básico.

Chamado de "Spring Meetings", o evento reúne centenas de investidores internacionais e representantes de bancos.