Não está claro se Irã deseja cumprir acordo nuclear, diz EUA

·2 minuto de leitura
O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, disse que os EUA continuam incertos se o Irã realmente deseja voltar ao acordo nuclear

Os Estados Unidos, que vêm mantendo negociações indiretas com o Irã sobre o futuro do acordo nuclear há dois meses, disseram nesta segunda-feira (7) que não têm certeza se Teerã realmente deseja cumpri-lo novamente.

"Tivemos conversas indiretas, como vocês sabem, nos últimos dois meses, e não está claro se o Irã está disposto e pronto para fazer o que é necessário para cumprir novamente" os compromissos do acordo, declarou o secretário de Estado americano, Antony Blinken, perante o Comitê de Relações Exteriores da Câmara de Representantes.

"Ainda estamos testando essa proposta", afirmou Blinken.

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retirou-se em 2018 do acordo nuclear firmado com o Irã em 2015, alegando que não impediria a República Islâmica de se dotar da arma nuclear.

Trump reforçou as sanções contra Teerã e as autoridades iranianas responderam afrouxando as restrições ao seu programa nuclear impostas pelo acordo.

Já o atual presidente americano, Joe Biden, disse que retornará ao tratado se o Irã honrar sua parte.

"Ainda não está claro se [Biden e Blinken] estão prontos para enterrar a fracassada política de 'pressão máxima' de Trump (...) e parar de usar o terrorismo econômico como uma ferramenta para ganhar vantagem nas negociações", reagiu no Twitter o ministro iraniano de Assuntos Exteriores, Mohammad Javad Zarif, para quem “é hora de mudar de rumo”.

O Irã "cumpre" o acordo, acrescentou Zarif, citando o artigo 36 do pacto, que permite a uma parte renunciar a seus compromissos em caso de descumprimento por outra parte.

O país considera desde o início a renúncia unilateral do acordo por Trump como uma "violação" da letra e do espírito do Acordo de Viena.

As duas partes estão negociando na capital austríaca a reconstrução do tratado por meio dos outros signatários - Reino Unido, China, França, Alemanha e Rússia - e as negociações devem ser retomadas no final desta semana.

fff/cl/sst/mps/dga/gf/ic/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos