'Não havia planos para matar Maradona'

Carlos Angel Díaz, o psicólogo que tratava o craque argentino Diego Maradona, afirmou que 'não havia planos para matá-lo', em meio às investigações sobre a morte do jogador. ++COMPLETES V000_9CY2DC++

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos