'Não sou Bolsonaro, não sou Lula, sou Brasil', diz Zezé Di Camargo

Apoiador do ex-presidente Jair Bolsonaro, o cantor Zezé Di Camargo tenta se distanciar do derrotado na última eleição presidencial. O sertanejo afirmou nesta terça-feira que vai torcer pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que inicia seu terceiro mandato.

Objeto histórico: Terroristas destroem relógio que foi dado de presente para a família real pela corte de Luís XIV

Desolador: Fotógrafo oficial da presidência da república teve equipamento roubado durante invasão

— Se estou em um avião, não vou torcer para que ele caia porque quero que o piloto se foda. É ignorância isso. Agora o Brasil tem um piloto novo, tenho que torcer por ele — disse o cantor, em entrevista à "Folha de São Paulo".

O cantor participou de um grupo de sertanejos que apoio a reeleição de Bolsonaro. Ele esteve no Palácio da Alvorada em outubro do ano passado, entre o primeiro e o segundo turno da eleição, para manifestar sua preferência pelo então presidente. Na ocasião, estava acompanhado de artistas como Gusttavo Lima, Chitãozinho, Leonardo e Fernando, da dupla com Sorocaba.

— Não sou Bolsonaro, não sou Lula, sou Brasil. E aquilo que acho melhor eu vou torcer. Não sou de esquerda nem de direita, mas acho que Brasil tem que estar bem, independentemente de quem esteja no poder — afirmou Zezé Di Camargo.

O sertanejo também desejou sorte ao governo petista iniciado na semana passada, apesar de entender que o Brasil caminhava para "um momento bom" enquanto estava sob comando de Bolsonaro.

Confira o antes e depois: Patrimônio público foi depredado por terroristas em Brasília

— Que faça o melhor ao país. Quem tem que estar na frente é o povo, quem paga é o povo. Venho de origem pobre e sei o que é dormir sem comer, sem ter prato de comida na mesa. Por isso acredito e penso que quem tem de estar bem é o povo. Quem fizer bem para o país eu estarei do lado. Torço para que a gente encontre o caminho. Acho que o Brasil [na época do Bolsonaro] estava caminhando para um momento bom, mas mudou a rota e vamos torcer para que ela traga frutos — disse.

Declaração a Allan dos Santos

Na virada do ano, Zezé Di Camargo foi filmado em um show realizado na cidade de Miami, nos Estados Unidos. O cantor aparecia no vídeo dizendo que o blogueiro radical de extrema-direita, apoiador de Bolsonaro, o representava.

— Allan, vou falar uma coisa aqui. Você representa milhões de brasileiros, principalmente a mim. Eu gostaria de ter a grandeza e a coragem que você tem — afirmou no vídeo.