'Não vamos insistir, nem procurá-lo', diz Alckmin sobre FHC

***FOTO DE ARQUIVO*** TABOÃO DA SERRA, SP, 10.09.2022 - O ex-governador Geraldo Alckmin. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** TABOÃO DA SERRA, SP, 10.09.2022 - O ex-governador Geraldo Alckmin. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O ex-governador Geraldo Alckmin (PSB), vice na chapa do ex-presidente Lula (PT), afirmou nesta terça-feira (20) que não irá procurar o ex-presidente tucano, Fernando Henrique Cardoso, para declarar apoio à sua coligação para a Presidência da República.

"O presidente Fernando Henrique é filiado ao PSDB. O PSDB tem uma candidata (Simone Tebet). Não vamos insistir nem procurá-lo nesse momento", disse Alckmin, após almoço na Associação Comercial do Rio de Janeiro.

O ex-governador também evitou comentar movimento de aproximação com FHC num eventual segundo turno contra o presidente Jair Bolsonaro.

"Queremos os votos de todos aqueles que gostam do FHC, que admiram o homem público, que é um estadista como é o FHC. Vamos tentar o máximo que a gente puder de apoio."