'Não vislumbramos nenhum risco de contestação', diz Moraes sobre resultado da eleição

SÃO PAULO, SP,  BRASIL, 30.10.2022 -  2° Turno das eleições 2022. O presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, vota no colégio Madre Alix, no Jardim Paulistano, zona oeste. (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, BRASIL, 30.10.2022 - 2° Turno das eleições 2022. O presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, vota no colégio Madre Alix, no Jardim Paulistano, zona oeste. (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente do TSE, Alexandre de Moraes, disse neste domingo (30) que não vê risco de contestação das eleições. Com 99,97% das urnas apuradas, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) obteve 50,90% dos votos válidos, ante 49,10% de Jair Bolsonaro (PL).

"Não vislumbramos nenhum risco real de contestação", disse. "O resultado foi proclamado, foi aceito e aqueles que foram eleitos serão diplomados e tomarão posse."

"Compete muito mais aos vencedores unir o país. Aqueles que foram eleitos governarão para todos", declarou.