#NãoToqueNasMinhasRoupas: Mulheres afegãs revidam os governantes do Talibã

Uma ativista afegã deu início ao movimento #DoNotTouchMyClothes por temer que seu país esteja passando por um “genocídio cultural”, enquanto argumenta que os governantes do Talibã estão a impôr um código de vestimenta estrito contra as mulheres que é completamente alheio à sua cultura.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos