Número de casos de Covid-19 em novembro já é 6 vezes maior que o registrado em outubro

O número de casos de Covid-19 registrados em farmácias durante os 20 primeiros dias de novembro já é 6 vezes maior que o total diagnosticado em todo o mês de outubro. Os dados são da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), obtidos com exclusividade pelo GLOBO.

Atentos a possíveis pandemias: Cientistas descongelam 13 vírus de até 48 mil anos que estavam adormecidos na Sibéria

Burnout: Psicóloga aponta 4 sinais de que você está caminhando para um esgotamento

No último mês, as drogarias do país tiveram 7.986 testes positivos para a doença. Com o avanço da doença, impulsionada pela chegada da subvariante da Ômicron BQ.1, esse número explodiu para 47.337 em novembro até o dia 20 – aumento de 492,7%. Apenas em 6 dias, durante 14 e 20 de novembro, foram registrados 28.909 diagnósticos, 61% do total registrado no mês até agora.

Nova vacina: Cientistas criam imunizante universal para a gripe com 20 versões do vírus em estratégia para futuras pandemias

A positividade – proporção dos testes que têm resultado positivo para a doença – também cresceu, o que confirma a alta circulação do vírus. Neste mês, a taxa chegou a 30%. É a mais alta desde julho, quando foi de 30,9%. Ela caiu para 16,73% em agosto, despencou para 7,56% em setembro, mas voltou a crescer em outubro – quando terminou o mês em 13,26%.

“Desde a segunda quinzena de outubro identificamos um aumento progressivo e consistente da Covid-19, inclusive com a procura por testagens aumentando 155% em um mês. E as redes de farmácias estão atentas a esse cenário, adequando seus estoques para garantir o atendimento à população”, afirma Sergio Mena Barreto, CEO da Abrafarma, em nota.